domingo, 27 de junho de 2010

Biscoito da Sorte


Certa vez, em um aniversário de casamento de meus pais, fomos á um restaurante chinês. Nunca fui fã desses tipos de culinária, mas tentar provar de tudo é o que importa. Tivemos um jantar incrível, eu, papai, mamãe e meu irmão mais novo.

Ao fim do jantar, o garçom trouxe um biscoito para cada um de nós. Eram aqueles biscoitos da sorte, embora eu nunca acreditei nisso, todos abrimos nossos biscoitos. A primeira foi a minha mãe e seu biscoito dizia: ‘terás uma grande e inesperada surpresa’, o do meu pai dizia: ‘receberás algo que mudará sua vida’, o do meu irmão dizia: ‘cuidado: aprenda a dividir ou serás dividido’e, finalmente, o meu dizia: ‘uma paixão se aproxima de ti’.

É, a única coisa que conseguimos fazer foi rir depois de abrir nossos biscoitos. Meu irmão ficou um pouco assustado com a história de ser dividido, mas depois o tranquilizamos. Guardei meu papelzinho, seria uma recordação. Guardei pra colocá-lo na minha agenda.

Passaram-se alguns dias e eu nem me lembrava mais do papelzinho, acredito que nem me lembrava o que ele dizia. Quem não acredita só vai passar a acreditar se acontecer e quem acredita fica esperando que aconteça, é a diferença.

Enquanto voltava da escola, acabei parando em frente a uma loja de roupas. Uma linda saia havia chamado minha atenção. Entrei na loja e um lindo balconista chamou mais a minha atenção. Era a loja dos sonhos! Ele veio e perguntou se podia me ajudar, eu perguntei sobre a saia, cores, tamanhos, o preço. Ele me respondeu tudo e insistiu para que eu provasse. Disse que tinha certeza que eu ficaria mais bonita ainda. Eu tinha pressa e não pude ficar, mas fui com o coração apertado. Pelo menos eu sabia onde ele trabalhava.

Comentei sobre a saia com a minha mãe, ela me deu o dinheiro e disse que eu poderia comprá-la no dia seguinte. Eu mal esperava para ter a saia e ainda mais para ver o balconista novamente.

No dia seguinte fui á loja, experimentei a saia e acabei comprando. Descobri que o nome do balconista era Gabriel. Ele acabou me mostrando todas as roupas da loja, fez eu experimentar várias. E quando me cansei, eu disse:

- Sei que você quer vender, mas eu realmente só gostei da saia. – fiz uma cara de cansada e de arrependida depois de dizer isso.

- Eu não quero vender, eu apenas não quero que você vá embora.

Fiquei sem palavras. Ele pegou minha mão e sorriu. Depois, na hora em que fui embora, trocamos telefones e e-mails. Dessa vez eu não ia precisar ir até a loja para falar com ele!

Cheguei em casa triunfante. Mamãe não estava, o que era bem estranho. Tentei ligar pra ela, mas ninguém atendeu. Bom, talvez tivesse ido apenas no mercado. Acabei deitando no sofá, fiquei pensando no meu lindo dia e acabei dormindo.

Acordei com a mamãe sentada no sofá a minha frente, com um sorriso longo em meio á lagrimas. Me assustei e perguntei o que estava acontecendo. Naquela hora descobri que teria um novo membro na família. É, os biscoitos dela e do papai estavam certos a surpresa que receberíamos seria um bebê. O biscoito do meu irmão também estava certo, ele teria de aprender a dividir a atenção agora. Mas e o meu biscoito?

Depois de uma meia hora recebi uma ligação do Gabriel. Era ele me convidando para sair. Foi o primeiro de vários encontros que tivemos. Sim, o meu biscoito da sorte também teve resultado. Foi ai que comecei a gostar da culinária chinesa!




Em um dia podemos ter sorte no jogo, no outro podemos ter azar, mas quem tem sorte no amor por pelo menos um dia sabe o que é realmente ser feliz.



___________________________________________




E você, já tirou a sorte hoje?

5 comentários:

  1. que romaaanticaa heim ?! uhauha, adorei, ;D

    ResponderExcluir
  2. O meu sonho é conseguir essa sorte, pois na vida o principal combustível é a felicidade e o amor nos deixa sempre feliz, principalmente quando correspondido ...

    ResponderExcluir
  3. Simplismente Lindo!!! e perfeito como sempre!!! parabens!!

    ResponderExcluir
  4. nossa que perfeito ....talento hem !

    ResponderExcluir